62

insuficiência cardíaca


Quero amar o mundo inteiro
mas não dou conta

8 comentários:

Guilherme disse...

Ha ha
Boa! xD

Camila S. disse...

É tanto afeto e as estradas são tão longas...

Dai disse...

O que não é o mesmo que querer abraçar o mundo com as pernas...rs

bjo

Rafa - Vida em Obras disse...

... querendo coampanhia prà falta, tenho um coração aqui


bonito (i)limite!

Lívia disse...

é tão difícil! =/

Mah disse...

Que lindo.
Parece coisa do Manuel Bandeira,aquele tipo de coisa que vem acompanhando de um sorriso triste,mas sincero.

Âmala Barbosa disse...

Quero ainda conseguir fazer cometários à altura dessa sua coisa de combinar palavras imprevisíveis e chacoalhar o leitor , no caso a leitora, que não espera mas gosta muito. Parabéns pela poesia dançante. Parece que ouço música alta. Escrevo nessa, por causa da afinidade de querer ter dois ou mais corações, para abarcar a quantidade de amor , que esse meu -pobrezinho! - não pode mais aguentar.

Ligia disse...

Somos duas.