42

cantiga de ninar na minha mente. tamborilando os dedos, murmurando. tento acompanhar a melodia, mas minha voz não é nem grave nem aguda o suficiente. converso com as pessoas implorando a deus para que elas se calem. as pessoas são boas, eu que não tenho o que dizer. antes tinha vontade de prolongar a conversa, o dia, a sensação. acabei esticando tanto a vida que hoje ela está flácida, seca, incolor, desvanecendo-se à minha frente. não. desvanecer não é uma boa palavra, mas não consigo lembrar a palavra que gostaria de usar. as pessoas são boas. preciso me esforçar, não desanimar de novo, não deixar tudo se desfazer mais uma vez. mas, enquanto eu escrevo. vários neurônios vão me morrendo - é uma catástrofe em seu apogeu - e me agarro no que ainda sei que é certo, no pouco de referência que me restou, na realidade que sempre me foi tão sensual, atraente, uma prostituta maldita, à qual estarei sempre preso. gritando em meus ouvidos. mas sou burro demais pra escutar, então durmo. acordo e encontro pessoas que considero serem amigos meus, companhias queridas, sem as quais nada sou. elas me encontram e continuam existindo. eu vou morrer sem ter obtido êxito nisso, tenho quase certeza. na tentativa de ser alguém e amar o ser que criei dentro de mim, acabo sugando os eus dos outros e ficando sem nenhum pra chamar de meu. e todos vão embora - fico eu, fica a música, suave. as pessoas são realmente muito boas.

5 comentários:

Traurigkeit disse...

Para algumas pessoas, a música de fundo é tudo o que importa... Queria não ser assim...

Alisson da Hora disse...

"acabei esticando tanto a vida que hoje ela está flácida, seca, incolor, desvanecendo-se à minha frente."

lindo isso

e tão eu...

Camila S. disse...

vidas flácidas e eus ausentes...as pessoas acabam sendo boas demais.

Paty disse...

enquanto você escreve, tudo pode acontecer. escrevendo você não deixa tudo desvanecer, não perde o detalhe, e faz as pessoas parecerem de tal ou qual forma. já vivendo, não.

beijos.

Guilherme disse...

PQP...mto foda.
(preciso melhorar meu vocabulário...mas você entendeu)