24

Morrer. Deixar de existir. O que isso realmente significa?... Gostaria de saber por que continuo me preocupando tanto com isso, mesmo que não passe de uma preocupação inconsciente, involuntária, uma doença que se desenvolveu em mim e a que reagi passivamente, como um câncer. Estou impregnado de pânico, e temo a insanidade. Assumindo meu estado como tal, aceito qualquer ajuda. Anseio pela volta dos tranqüilos dias de minha amada rotina, que sempre tanto estimei. Anseio a volta de mim mesmo. Em algum passo contra o vento minha personalidade se desgrudou de mim e não pude fazer nada a não ser vê-la indo embora e fechar-me numa breve despedida. Vazio.

2 comentários:

Camila S. disse...

Um dos meus maiores medos de toda a minha existência é o de enlouquecer e não saber (claro, o louco de verdade não tem consciência de seu estado). Às vezes sinto como se minha "alma" se desgrudasse do meu corpo e ficasse flutuando sobre a minha cabeça, presa por um fino fio, tipo uma criança com um balão.

Eric disse...

No que a graça em pensar na morte? Sendo que dela não a volta!

Gosto de pensar quando estava com os amigos, quando estou sozinho, pois sei que essa solidão passara quando eu revê-los

Gosto de pensar quando eu estava bebado pois sei que darei muitas risadas, e lembrar que logo fiquei são!


Pensar na morte pra que? sendo que dela não tem volta!

A morte é sofrimento de quem vive!

Pois então não lute por você, lute pelos outros que sofrerão com tua partida!

E se em alguma esquina você se encontrar, diga-me, pois na proxima eu estarei te esperando com o resto da sua vida!