101

em tempos incertos, assim,
meu caro amigo,
vou à banca de jornal
enquanto ainda há bancas de jornal pra se ir.

Um comentário:

Estevão Daminelli disse...

porque a aura o poeta já perdeu
ao atravessar umaavenida.